sábado, 20 de março de 2010

Sem Título I



Sem título I


Quero parecer lúcido, quero parecer louco
Quero fazer muito, quero falar pouco
Quero ser esporádico, e fazer dos dias produtivos constantes na minha vida
Quero esquecer que fiz coisas boas, e ser lembrado pelas pessoas beneficiadas por tais.

Não almejo parecer escritor, muito menos poeta
Vou andar mais de bicicleta
Suspeito a falar, falando desse jeito
Não tenho a pretensão alguma de rimar

Repondo com perguntas, pergunto ironizando
Questiono as respostas, mas; com uma certeza caminhando
Sábias palavras posso falar, loucas atitudes condizer
Quem sou eu pra te acusar, se TODOS; pelo julgamento iremos passar?

Quero aprender a amar, e ter o dom da caridade
Não, não quero ser mais um esbanjando falsa bondade
Palavras não falam nada, e muito menos promessas
As leis dos homens podem esperar, mas o amor de Deus tem pressa!




“Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á. Mateus 10:39”




suezoribeiro ,




4 comentários:

Fran Miciano disse...

Puts cara...Deixar de fazer oq a gente quer, pra fazer oq precisa ser feito por nos...Isso sim eh ter que morrer...
Cara eu quero morrer pra mim mesma, quero deixar as palavras e mostrar o meu rosto, nao quero fazer rimas mas quero viver os versos do Senhor...

ianele disse...

Ameii suezo !

O texto de Hb 2: 6-8 me veio a mente.

" Quem é o homem, que dele te lembres? Ou o filho do homem, que o visites?
Fizeste-o por um pouco , menor que os anjos, de glória e de honra o coroaste [ e constituiste sobre as oabras das tuas mãos].
Todas as coisas sijeitastes debaixo dos seus pés.

ianele disse...

nao quero fazer rimas mas quero viver os versos do Senhor...[2]

Nyna Segato disse...

"Quero fazer muito, quero falar pouco"

Essa é a frase que resume a maior necessidade da minha vida...

até porque, sempre há razão no velho ditado: atitudes falam mais do que palavras!

e como sempre, adorei o texto!

Postar um comentário